Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ADR Barreiros - Velhas Guardas

Associação Desportiva e Recreativa de Barreiros - LEIRIA

Festa de Encerramento

No feriado de 15 de Junho festejámos o Encerramento de mais uma época desportiva. A 10.ª, por sinal.

Aproveitámos para expor os troféus angariados desde 2007/08.

No final procedeu-se à entrega das habituais lembranças. Para além de uma medalha alusiva à 10.ª época para todos os elementos do grupo, registo também para mais um "diplomado" com a marca dos 50 jogos (Gonçalo) e dois novos centenários (Filipe e Sérgio).

DSCN0210.JPG

DSCN0211.JPG

DSC_0248.JPG

DSCN0217 (1).JPG

Ver FOTOS

 

A pedir descanso!

DSCN0193 - Cópia.JPG

 Acabou a época e bem se pode dizer que era chegada a hora.

A sucessão de jogos foi deixando marcas no físico o que, aliado à indisponibilidade de mais uns quantos, reduziu o leque de "voluntários" para o último compromisso.

Outro sinal indicador em relação ao desfecho do jogo de sábado é que voltámos a bater o record na média de idades do 11 inicial. Quarenta e oito anos e meio!!!

Os locais apresentaram-se com outro andamento dispondo de alguns elementos com velocidade proibitiva para as nossas possibilidades.

Na primeira parte ainda deu para disfarçar. Respondemos de imediato ao 1.º golo dos visitados e fechámos com novo empate, mesmo antes do intervalo.

Depois é que foi o delas (deles, no caso)!

Um golo logo aos 5 minutos e mais dois pares de golos em minutos sucessivos deram ao marcador uma expressão castigadora mas que espelha o que se passou em campo.

Agora é tempo de retemperar forças. Daqui a três meses (ena tantos) estamos de volta.

 

VGnovonovo_Fora (5).png

Ver fotos )

P'ra despedida!

Agora sim! Passou a correr, é certo, mas vai terminar mesmo, mais uma época desportiva.

Para despedida uma deslocação a Pereira (Montemor-o-Velho), equipa que nos visitou na época anterior e com quem já havíamos jogado, também, na época 2013/14.

O encontro está agendado para as 17:00 com concentração, na sede da ADRB, às 15:00.

16675488_0Hk0J.jpg

Venceu a Amizade!

20170603_181708 (1).jpg

Mais uma edição do Torneio Amizade, uma iniciativa cada vez mais consolidada entre 4 grupos próximos, na geografia, claro, mas mais chegados, ainda, no que diz respeito aos laços que nos unem.

Coube aos amigos dos Unidos o papel de anfitriões e tudo correu de acordo com as melhores expectativas.

Na parte que nos tocou, em termos desportivos, registo para uma derrota com os amigos das Chãs (2x1), com o Telmo (estreante) a empatar no início da 2.ª parte e para um empate, sem golos, com os donos da casa.

 Mas aqui o que contou mesmo foi a 3.ª parte com todos reunidos em espírito de sã camaradagem.

WP_20170603_22_31_30_Pro-1 (1).jpg

 Ver FOTOS

 

Torneio Amizade

Sem Título (1).png

Final de época é sinónimo de Torneio Amizade.

Este ano celebramos a 6.ª edição com a empreitada a caber aos amigos dos Unidos de Casal dos Claros e Coucinheira.

No Campo da Lagoa, a tarde do próximo sábado vai ter o seguinte alinhamento de jogos:

 

  • C. CLAROS X AMOR (14.30)
  • BARREIROS X CHÃS (15:45)
  • AMOR X CHÃS (17:00)
  • C. CLAROS X BARREIROS (18:15)

Os jogos têm a duração de 50 minutos (2 x 25, com 5 minutos de intervalo).

Vamos ser pontuais para não comprometer terceiros!

Fim de estação!

20170527_181152 - Cópia.jpg

Temos mesmo que emendar a mão.

Depois de, há oito dias, tecermos os mais rasgados elogios à prestação da nossa equipa, temos, agora, que ser bem mais comedidos na análise.

Certo que até deu para levar a melhor sobre os amigos do Seca Pipas mas que não parecíamos os mesmos, isso não.

Os donos da casa apresentaram-se no limite. Onze valentes para enfrentar 80 minutos e ... um fiscal de linha!

De modo que tivemos que dar uma mãozinha. Um para o apito e outro para segurar a bandeirola que sobrava.

Quanto ao jogo ainda deu para disfarçar nos minutos iniciais, período em que se notou alguma (boa) intenção de não fazer a bola passar um mau bocado.

Com os minutos a passar, o ritmo, já de si lento, passou a "ponto morto". Os anfitriões tentando gerir as limitações e nós, talvez pensando que a coisa se resolveria a seu tempo.

Depois de dois zeros ao intervalo o marcador mudou logo no início. Na sequência de um canto o Humberto esticou o pé e antecipou-se ao GR contrário.

A nota seguinte vai para uma grande penalidade a nosso favor. Horácio foi o escolhido para bater mas tanto se esmerou na pontaria que acabou por acertar no poste.

À passagem da meia hora novo castigo máximo, na mesma área. Desta vez a escolha recaiu no V. Hugo e acabou com a bola no fundo da baliza.

Terminado o jogo as forças voltaram a equilibrar-se, agora à mesa.

Os amigos de Valado dos Frades mostraram, mais uma vez, a sua mestria na arte de receber.

 

Ver FOTOS )

 

Jogamos no Valado de Frades

O compromisso de Sábado é com os amigos do Seca Pipas, equipa com quem confraternizamos pela 5.ª época consecutiva.

O jogo terá lugar no Campo de Valado de Frades e está agendado para as 18:00.

Vamos concentrar-nos na sede da ADRB para sair às 16:30. 

563686_453871121355789_2075406322_n.jpg

Valentes, mesmo!

20170520_175624 - Cópia.jpg

O adiantado da época vai dexando marcas. Desta vez o míster não ficou com problemas de consciência, na hora de escolher o onze ... quer dizer ... os onze!!! Isso mesmo, nem mais um para amostra. Bem, a amostra chegou mais tarde, nem podia ser de outra forma.

Como (quase) sempre nestas situações, há que tocar a reunir! E, acredite quem não viu, das fraquezas se fizeram forças mil.

Sempre mais contidos (pudera!), nunca perdemos a organização e o espírito de entreajuda.

Os amigos da Ortigosa iam tentando, de várias formas, mas a nossa coesão raramente permitiu atrevimentos de maior.

Até que aos 24 minutos o Humberto se lembrou de inventar um golo. Foi por ali abaixo e tão espectadores foram "adversários" como companheiros de equipa. O rapaz resolveu a coisa sozinho e, pela nossa parte, ninguém levou a mal.

O cenário ficou mais negro, alguns minutos antes do intervalo. Nelson, ex-guarda-redes, ex-trinco e em processo de conversão como central de alto gabarito, viu o joelho ceder (as melhoras, campeão!).

Acabámos a 1.ª parte a dar 110% cada um de forma a remendar o que esburacado estava.

Já com onze novamente, mas com alguns, habituados à sua meia parte da praxe, a terem que prolongar o esforço, lá nos arrumámos para suster as esperadas investidas do nosso opositor.

 

 

Último troço!

Mais uma época quase a terminar mas, antes de irmos a banhos, ainda temos alguns compromissos para cumprir, agora em modo contínuo até 10 de Junho.

A série inicia-se este Sábado com mais um jogo no Campo Estrelas do Lis, na Ortigosa, e embora nos caiba o papel de visitados acontece que quem joga mesmo em casa são os amigos do S.º Amaro.

O combinado é que o jogo comece às 17:30!

89_C_93835388.jpg

 

Foi uma festa!

VGnovonovo_Casa (1).png

Chegámos à dúzia de encontros com os amigos do Vimeiro e o que se pode dizer é que podem vir mais doze que ninguém dará o tempo por mal passado.

O jogo foi animado, com golos em quantidade e repartidos de igual modo.

Como vem sendo hábito estivemos melhor na metade inicial embora não se devam incluir aqui os primeiros dez minutos, período em que mais parecia não termos saído, ainda, dos balneários.

Depois a coisa compôs-se e começaram as surgir as primeiras oportunidades.

No espaço de 5 minutos Filipe marcou tantos golos como nos 18 jogos anteriores. Primeiro numa combinação de passes com o Humberto e depois numa finalização fácil em cima da linha de golo.

Parecia uma vantagem confortável mas o curioso do apito foi generoso nos descontos e os nossos convidados reduziram no último suspiro. Com alguma felicidade porque a bola bateu num dos nossos e traiu o Fernando.

Se foram "retardados" a marcar na primeira parte emendaram bem na segunda. Não estava decorrido o primeiro minuto e já havia empate no marcador. Penalty, por mão na bola. E nem foi preciso vídeo árbitro!

Ainda voltámos para a frente com um golo do Humberto, isolado a partir da linha do meio campo, mas reagiram bem os homens de Alcobaça e equilibrou-se, de novo, o marcador. E assim é que ficou bem!

À noite arriscámos um cenário diferente, bem nas barbas de S. Jorge. 

Mas quando chega a hora de retemperar forças, não importa onde, os amigos do Vimeiro ganham sempre ... de goleada! De facto há palavras curiosas ... são goles, mesmo!