Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ADR Barreiros - Velhas Guardas

Associação Desportiva e Recreativa de Barreiros - LEIRIA

De volta!

image003.jpg

Agora é sempre a andar até ao final de época.

Tirando uma pausa no fim de semana de 13 de Maio (tínhamos um estágio programado para Fátima mas cedemos a reserva ...) não há sábado sem jogo até ao dia 10 de Junho.

A empreitada começa já neste fim de semana, com a recepção aos velhos amigos do Paradense.

Encontro marcado para o Campo Estrelas do Lis, na Ortigosa, para iniciar às 15:30 (realiza-se um jogo depois do nosso).

Dormir na forma!

20170401_153450 - Cópia.jpg

As versões são contraditórias.

Defendem uns que a primeira parte voltou a ser de primeira água, outros há que não arriscariam submeter o nosso desempenho (futebolístico, claro) a um qualquer concurso de beleza.

Para o escriba, desta vez com o estatuto de gazeteiro ausente, o melhor mesmo é dar algum desconto aos primeiros e não dar grande crédito aos segundos.

Resta-nos atentar nos factos. E o que dizem os números?

Primeira parte com três golos a nosso favor. Dois do Humberto, quebrando um jejum anormal de quatro jogos, e um do V. Hugo, o primeiro da época.

Na segunda parte voltámos a claudicar, tal como tinha acontecido há uma semana. Valeu que o avanço no marcador era generoso e deu para acabar com saldo positivo, ainda que à tangente.

Aos três golos dos amigos da M.ª Grande respondemos com um do Cesário.

Por falar em jejum aqui o caso era mais preocupante. Depois de duas épocas em branco o rapaz quis deixar a sua marca. Ainda bem porque veio mesmo a calhar!     

 

Ver FOTOS

VGnovonovo_Casa.png

A horas, please!

Jogamos novamente no Sábado e, outra vez, na condição de visitados.

Recebemos os amigos do Estrela do Mar, no Campo Estrelas do Lis, na Ortigosa, a partir das 15:30.

Importante mesmo respeitar o horário uma vez que depois do nosso há outro jogo agendado.

E como ninguém quer perder nada do que se vai passar lá para os lados da Luz ...

DSCN9859 - Cópia.JPG

Partido ao meio!

VGnovonovo_Casa.png

Até onde a nossa memória alcança (certo que já teve melhores dias ...) é difícil recordar meio jogo de tanto acerto.

Foi uma primeira parte de uma sintonia rara de se ver. A defender, a atacar, foram quarenta minutos de claro ascendente sobre uma equipa de reconhecido valor e que, por norma, nos obriga a esforços redobrados.

Pena que tanta parra tenha dado tão pouca uva. Um golo apenas, pelo marcador da moda. Um rapaz que na segunda parte até teve que calçar as luvas.

O intervalo estragou tudo. Não que a equipa tenha mudado assim tanto pois as reservas eram escassas. Mas alguma coisa se alterou.

Talvez seja injusto, contudo, procurar as causas só dentro de casa. É que do outro lado tudo se passou ao contrário.

E os amigos do Pilado voltaram transfigurados. Voltou a jogar-se mais no mesmo meio campo e a assediar-se mais a mesma baliza.

Do domínio Piladense resultou o mesmo pecúlio pelo que o empate se afigura mais que justo.

 

VER FOTOS

20170325_161636 - Cópia.jpg

Jogamos no Sábado!

DSCN0228 - Cópia.JPG

Novo compromisso, no próximo Sábado.

Voltamos a jogar em "casa", agora com os amigos do Pilado, equipa que nos recebeu no primeiro jogo da época.

O encontro tem início marcado para as 16:00, no Campo Estrelas do Lis, na Ortigosa.

Segunda parte decidiu!

VGnovonovo_Casa.png

Voltámos às vitórias, depois de dois jogos com desfecho negativo.

O "adversário" é daqueles com quem raramente nos temos dado bem (em termos desportivos, entenda-se) mas desta vez tudo nos correu de feição.

Na fase de menor fulgor da nossa parte, que correspondeu a quase todo o primeiro tempo, soubemos (ou fomos obrigados a isso) ficar mais na expectativa, respondendo também, de forma afirmativa.

Nulo ao intervalo, mais prémio que castigo.

Mudança de campo e alteração no comando do jogo. Ou seja, voltou a jogar-se mais no mesmo meio campo.

A nossa melhoria traduziu-se em três golos, com zero contra.

Marco fez de verdadeiro ponta de lança em duas situações. Primeiro limitou-se a encostar um passe lateral mas, para chegar ao bis, precisou de contornar o GR visitante e finalizar de ângulo fechado.

Pelo meio, nota para um golo de antologia do Celso. Pegou na bola, bem no nosso meio campo, e foi por ali fora, metros a perder de vista, até contornar o n.º 1 adversário e concluir com êxito.

Falta dizer que o míster actual pediu dispensa para este jogo. Foi substituído, em cima da hora, pelo míster dos últimos anos.

É como diz o outro, "sai o Manel ... entra o Jaquim" e a máquina funciona (quase) sempre! 

 

Ver FOTOS )

 

Abraço solidário!

14-imagenes-de-rip-free-cliparts-that-you-can-down

 

Desta vez não vimos falar de golos nem de grandes defesas. Quem dera que a vida fosse só celebração!

Devido ao falecimento da sua mãe, o nosso colega Sérgio experimenta, nesta altura, um daqueles momentos que nos leva ao desânimo

Aqui fica, pois, em nome de todo o grupo, um sentido abraço de solidariedade.  

Maré de derbys!

20225393_nZu7H.jpg

Oito dias depois estamos de regresso ao Campo Estrelas do Lis, na Ortigosa, agora na condição de visitados.

O encontro é com os amigos do 22 de Junho/Amor e está agendado para as 15:30, uma vez que se realiza outro jogo depois do nosso. 

Valeu pelo esforço!

VGnovonovo_Fora.png

A pausa não foi boa conselheira. Perdemos o ritmo e o hábito. O número de disponíveis para correr nunca tinha descido dos 15 (e poucas vezes) mas desta vez só se apresentaram 13 valentes!

Como só jogam 11 de cada vez, nem se deu pela escassez de meios. Pelo menos na primeira parte, período em que criámos situações para ganhar algum avanço no marcador.

Por acaso até avançámos. Iam decorridos 10 minutos, canto a nosso favor e bola dentro da baliza adversária. O Marco tirou partido dos centímetros que a natureza lhe deu e fez o óbvio. O número 1 contrário lembrou-se de gritar e o homem do apito fez-lhe a vontade.

Um azar nunca vem só, ouve-se por aí. Foi mesmo assim porque na jogada seguinte sofremos um golo que contou mesmo. E tinha que contar pois não houve nada a apontar.

Nos minutos que se seguiram mostrámos como não se deve finalizar. Humberto, Zé Luís e Marco (2 vezes) apanharam-se a sós com o GR pela frente mas nunca decidiram da maneira que mais nos convinha.

Aos 34 minutos chegámos ao mais que merecido empate. Humberto foi atropelado pela enésima vez, pelo suspeito do costume. Desconfio que Santo(s) deve ser apelido do nosso ponta de lança. Outro, no seu lugar, por bem menos, teria armado tremendo pé de vento. 

Desta vez foi dentro da área e impusemos a marcação do respectivo penalty ... do árbitro nem apito se ouviu!

 

 

Regresso com um clássico!

20161210_153813 - Cópia.jpg

Foi uma pausa maior que o habitual atenuada, porém, com a jornada do dia 18, aqui publicitada.

Sábado regressamos, em modo normal, para mais uma tarde/noite de convívio com os "velhos" amigos das Chãs.

O encontro é no sítio do costume e está agendado para as 16:00.

Desta vez cabe-nos equipar no balneário dos visitantes.